8 de abr de 2011

Divagações

É interessante a forma como as pessoas fazem determinadas coisas e em seguida se arrependem. No momento da decisão, ninguém leva em consideração o que vai acontecer depois ou ainda o que não vai acontecer mais. É aquele momento em que você precisa decidir entre razão ou emoção, mas mesmo parando para analisar as opções, qualquer uma que seja escolhida mais tarde será motivo de arrependimento. O ser humano não consegue admitir estupidez.

Tolice.

Quando se trata de amor e relacionamentos, sempre queremos escolher o que é melhor para nós mesmos, apesar de fazer uma social dizendo que é o "melhor para todos". Ainda assim, existem aqueles que realmente se preocupam demais com os outros e esquecem de si mesmos. Não é exitado dizer que este é o cúmulo da falsa ingenuidade. Por mais que você coloque na sua cabeça que não está fazendo determinada coisa por si, e sim por outra pessoa, o que você mais quer no fim de tudo é que essa outra pessoa perceba o que você fez e fique em dívida com você. O ser humano é egoísta por natureza.

Irreversível verdade.

Pode-se dizer que um dos sentimentos mais imundos do mundo é o ciúme. Na verdade, todo sentimento tem seu lado imundo, mas o ciúme é o que mais me dá ojeriza. Um viciado em drogas não consegue admitir que aquilo o faz mal quando está drogado. Uma pessoa explodindo de ciúmes, por mais que seja difícil, consegue. É incrível os pensamentos e ações que o ciúme pode nos proporcionar. O que você lutou para conseguir e fazer valer a pena durante sua vida inteira, pode ser destruído por ele em um dia, em uma manhã, em uma hora. O ciúme muda nossa personalidade, mesmo que momentâneamente. Faz com que tenhamos instintos desconhecidos, vontades inexistentes e pensamentos distorcidos. O ciúme é o sentimento mais dominador da raça humana.

Trágico fato.

Por fim, não estamos livres de errar. O que é certo para você, pode não ser certo para seu próximo. Erramos quando dormimos, erramos quando comemos. Não existe meio termo. Erro é erro. Chorar pode não resolver o problema, mas pode aliviar a alma. Erros cometidos não podem ser reflexos de desistência. É errando que se aprende. É aprendendo que se amadurece. O erro é incontestávelmente humano.

Sem mais.

6 comentários:

  1. Você retratou esses sentimentos como se eles fossem pura e simplesmente assim, e na verdade não é. Tudo tem que ser questionado, principalmente quando se leva em consideração o coração humano. Pra mim, sentimentos é o engano da alma. Sem mais!

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante o blog !
    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...;

    www.bolgdoano.blogspot.com

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir
  3. Não tão assim, nem todo sentimento humano é somente ruim. Mas uma coisa eh certa, errar é mesmo humano, todos erramos, mas tb acertamos...
    Bjks.

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito deste site e por isso resolvi colocar uma mensagem para conhecimento de todos. Já existe uma maneira de se fazer grampo de celular. Chama-se telefone espião. Você pode encontrar no site www.celularespiao.net

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito deste site e por isso resolvi colocar uma mensagem para conhecimento de todos. Já existe uma maneira de se fazer grampo de celular. Chama-se telefone espião. Você pode encontrar no site www.celularespiao.net

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito deste site e por isso resolvi colocar uma mensagem para conhecimento de todos. Já existe uma maneira de se fazer grampo de celular. Chama-se telefone espião. Você pode encontrar no site www.celularespiao.net

    ResponderExcluir

Meus devaneios, você já leu... agora é sua vez de devanear :)