17 de abr de 2010

Me diga, e se fosse você?

Se toda vez que alguma coisa desse errado a culpa fosse sua, e se qualquer malfeito que não aparecesse rapidamente o responsável automaticamente o culpado fosse você. Se cada vez que você sentisse muita saudade de uma pessoa que você ama e você simplesmente não pudesse abraçá-la. Se você tivesse muita vontade de estudar, mas simplesmente não consegue porque seus pensamentos são sempre ocupados com outras coisas que não são os estudos. Se você quisesse fazer um curso que você gosta, e simplesmente não o faz por falta de dinheiro e motivação da família. Se você quisesse acordar todos os dias e sorrir dizendo aos céus que você é mega feliz, e é simplesmente impedido pelas pessoas que você mais ama. Se você quisesse comer uma barra de chocolate imensa pra acabar com um momento de raiva e você simplesmente não pudesse porque alguém te proibiu, dizendo que você precisa emagrecer. Se você chorasse todos os dias por causa de alguém, se parasse por mais de horas sonhando acordada e com medo de um futuro não tão distante, se as pessoas passassem a te ignorar simplesmente porque não te aceitam como você é, se, se, se...
Por favor, não me deixe sozinha em todas essas situações. Diga-me, o que faria se tudo isso tivesse acontecido a você em uma mesma semana? HELP-ME!

12 comentários:

  1. vou te falar que sim, eu já passei por um momento assim.. foi nos meus dois últimos anos tentando vestibular... cara, fiquei mt mal e tudo dava errado... minha relação com as pessoas ia de mal a pior, e me sentia cobrada por todo mundo... não é fácil, e nada que digam pra vc vai melhorar as coisas, porque nada vai mudar a forma dos outros agirem... digo que melhorou sim pra mim, mas ainda fico triste com o tratamento q recebo das pessoas q mais amo.. mas se isso puder te motivar ou algo assim, vou te dar um conselho: corre atrás daquilo que vc quiser. Por mais que as pessoas digam o contrário, ou não confiem em vc, corre atrás! Eu decidi que faria outro curso, que faria em outra faculdade, e batalhei tanto por isso, passei por cima de tds os preconceitos, de todos os 'mas vc vai mudar de curso?', por cima dos sonhos dos outros pra poder realizar os MEUS... afinal, quem vive nossa vida somos nós, então vc precisa dar um jeito de fazer oq quer... o dinheiro das inscrições não era meu, mas eu bati o pé e no final, eu consegui.. e hj nenhuma opinião me afeta, pois eu estou feliz demais pra me importar com os outros..
    ufa, falei demais, mas se vc quiser conversar mais sobre isso, me fala... pq sério, eu ja passei por algo muito igual! xD
    bjusss linda! boa sorte e força! =*

    ResponderExcluir
  2. haha', tem mta coisa née? tente relaxar e resolver as prioridades ;D

    ResponderExcluir
  3. Poxa, muito obrigada pelos conselhos Debbys, esse seu mega comentário foi muito importante. Acredite :}

    Obrigada Leandro!

    ResponderExcluir
  4. Olha, por mais que sejamos limitados a algumas coisas, nossos pais fazem isso pro nosso bem. Enquanto ao curso, conversa com eles... existe o PROUNI que dá bolsas e agora é só tentar convence-los que o futuro é seu. Não adianta você se formar em medicina e ser uma médica frustada. Então, ore a Deus, apresente seu problema e se joga!!
    xD

    Beijos rebequita, se cuida!

    ResponderExcluir
  5. Se você quer um conselho, lá vai:
    espera a tua maioridade que no Brasil ifelizmente é aos 21 e arrasa, se rebelar agora não vai adiantar muita coisa. Falou??!!

    ResponderExcluir
  6. Não sei se aguento até os 21.
    Obrigada James :}

    ResponderExcluir
  7. já aconteceu comigo e acontece até hoje, e sinceramente, nem sei o que dizer pra ajudar :\

    ResponderExcluir
  8. Realmente a situação tá difícil e eu sei que falar é fácil. Como qualquer ser humano eu tbm passo por situações complicadas é lei da vida , cmo diz a música : dias de luta e dias de gloria,.Mas tudo a um lado positivo por mais complicado que seja , problemas existem temos que saber como enfrentá-los . E sempre vai haver uma motivação para você continuar a batalhar sobre seus ideais e batalhas nas suas guerras, que seja um abraço de alguém , um sorriso,um alguém,momentos ... enfim motivos existem e pode parecer clichê mas o tempo é o senhor de tudo , respeite o que ele irá te mostrar a solução de tudo.E num piscar de olhos você acabou com todos esses monstros que incomodam e pode acreditar outros virão mas com isso você já estará disposta e forte para enfrentá-los você vai ver . Torço por você , um grande abraço ~*

    ResponderExcluir
  9. Sinceramente, eu viveria cada um desses momentos aproveitando cada segundo de aprendizado, segundos preciosos que nos são dados.

    E já dizia aquela velha frase "Cada um sabe onde seu calo aperta"

    São as dificuldades e limitações humanas que cada um de nós passamos de modos diferentes.

    Só uma coisa: por favor, nunca perca a esperança, muito menos a fé.

    O meu beijo! ;*

    ResponderExcluir
  10. Nossa, tadinha menina!! Vamos lá, não sei se vou ajudar com todos os SEs, mas estou com toda a intenção do mundo ^^

    Recomendo que você tirar um tempo sozinha, para pensar, organizar seus pensamentos. Às vezes nos colocamos em uma situação inferior, sem querer, e quando alguém diz algo para nos atingir consegue acertar em cheio. Eu tinha uma postura muito submissa, que demonstrava medo, me importava muito com os dizeres das outras pessoas, o modo como me viam, às vezes com uma humildade e modéstia exagerada, que mostrava falta de confiança em mim mesma. Levei algumas patadas e fortes decepções por causa dessa postura, dessa falta de confiança. Tive algumas situações em um passado recente que me fizeram refletir e me obrigaram a mudar meu jeito de ser. Passei a erguer mais a cabeça, mudei totalmente minha postura perante algumas pessoas, algumas vezes com um ar de superior de propósito. Não porque eu sou melhor, ou o outro pior, mas para mostrar que eu tenho confiança em mim mesmo e me garanto com isso, entende? Isso faz com que as pessoas mudam com você, te respeitem mais, te admirem mais, que você mude com você mesma, se sinta melhor, tenha auto confiança, algo que tem me feito muito bem nos últimos meses.

    Espero ter te ajudado. =)

    Bjos, fique bem.

    ResponderExcluir

Meus devaneios, você já leu... agora é sua vez de devanear :)