19 de mar de 2010

O blogueiro por trás do blog.

Você tem alguma coisa pra dizer ao mundo? Quer compartilhar os teus conhecimentos e sentimentos? Desabafar? Ter um blog não é apenas uma moda passageira, é uma nova forma de ver a internet e permitir que qualquer cidadão se torne um repórter, jornalista, expert em qualquer coisa. O mundo dos blogues tem hoje em dia um peso tremendo no jornalismo “tradicional”, e começa a influenciar políticas, mobilizar populações e comunidades.
Criar um blog é escrever uma mensagem direta para o mundo. Quem visita o seu blog tem acesso aos seus sentimentos, explicações, desabafos, etc… É o poder da informação na mão de cada um de nós.
Algumas pessoas chegam até a usar o blog como um "escudo". Acreditam que, por estarem em casa, na frente de um monitor e sem ninguém as vendo, podem fazer tudo sem medo. Escrever coisas que jamais teria coragem de dizer ao vivo, desabafar como jamais desabafaria com alguém. Ao ler um blog, você cria a imagem daquela pessoa no seu subconsciente. Cada blog que leio é como se eu visse a pessoa escrevendo. Cada gesto, movimento. Nosso cérebro é mesmo incrível.
Em determinados momentos, você pode até se achar inferior ao autor de algum blog que você goste, mas não esqueça que por trás de todas aquelas palavras, existe alguém como você. Com problemas, sentimentos, dores e alegrias. Nunca se deve esquecer que, não é o blog que faz a pessoa. A pessoa é quem faz o blog.
Mas é claro que, aquele gostinho de mistério é que dar todo o sabor da leitura!

Oi gente! Queria agradecer muitão por todos os acessos e comentários. Acredito que já estou recuperada da dengue, graças a Deus por isso. Queria pedir a vocês que ainda não conhecem o Blogueando, que passem lá rapidinho e vejam se gostam. Ficaria muito feliz em te ver lá também! Ah, ganhei selinho da Jamylle, queria repassar para os blogues: Cotidiano Insano, Doces ou travessuras, O estranho mundo de Babih, Menina de Óculos e Cromossomos XX. Meninas, indiquem 5 blogues ok? Para pegar o selinho, cliquem aqui. Espero que tenham gostado do post. E aí, que imagem é que você tem da Rebeca por trás desse blog? :*

20 comentários:

  1. Sinceramente, eu tenho receio em escrever - às vezes - por, justamente, achar que meus textos são inferiores aos dos meus autores favoritos, mas estou tentando superar isso (:

    A imagem que eu tenho da Rebeca? :-/
    Uma chata que tem preguiça de postar os selinhos que eu repasso x(
    Brincadeiras a parte, depois do Ran Omelete, Opiniota Barros e Yell (http://osdesinformantes.blogspot.com/), tu é minha blogueira favorita, véio ;;)

    ResponderExcluir
  2. paoskpaokspaokspoakpsok'
    Também te amo Jamylle :X

    ResponderExcluir
  3. Oiii

    concordo com o q vc disse, as vezes vc quer falar uma coisa mas não tem coragem, e quando vc tem um blog vc pode dizer td q quer, como vc mesma disse não é o blog q faz a pessoa, mas a pessoa q faz o blog, tem selinho pra vc

    Bjsss

    ResponderExcluir
  4. Me vi lendo seu post! Também criei meu blog para extravassar minhas vontades, opiniões... é como um espaço para ser ouvida, para compartilhar um pouquinho das minhas coisas =)

    A imagem que tenho da Rebeca? não sei...talvez será construído a medida que for lendo... ou mutando cada vez mais rsrs

    bjos!

    ResponderExcluir
  5. Clara, tomara que essa imagem que vc vai formar de mim seja boa ein! rsrs
    Obrigada pela visita, bjos!

    ;)

    ResponderExcluir
  6. REalmente, Rebeca! Rs' Disse coisas bem importantes nesse texto...

    Mas o maior problema que eu analiso em alguns blogs é que, por mais que se trate de opinião, algumas pessoas não sabem expôr-las para as demais pessoas. As vezes um post sai com ar de insulto e pode ofender a pessoa do outro lado...

    Consciência na hora de escrever é tudo! ;*

    ResponderExcluir
  7. hum... muito legal o assunto, mais legal ainda a edificação do texto.

    :)

    hum... muito legal!

    ResponderExcluir
  8. Com certeza Wilian, consciência acima de tudo!

    ResponderExcluir
  9. Olá.
    concordo com vc.
    muitas vezes, ao lêrmos um blog, ficamos imaginando o que aquela pessoa estava sentindo, mas enfim todos nós temos problemas, mas muitas vezes escrevemos aqui, nesse espaço o que temos vontade e o que estamos sentindo e não teriamos coragem de falar pessoalmente né.
    As vezes ao escrever um texto, que simplesmente diminui, a quantidade de comentarios. ou achamos que não estamos agradando quando na verdade escrevemos por meio de um desabafo ou porque simplesmente amamos escrever.

    ResponderExcluir
  10. é verdade o que disse..no fim temos todos algo em comum! :D

    ResponderExcluir
  11. Ana e Isabella, obrigada pela visita! :-*

    ResponderExcluir
  12. Concordo plenamente! Muita gente não entende, mas o autor cria uma conexão com o blog. Algo inexplicável... O blog se torna necessário, de repente. É mais que uma moda passageira, é uma paixão.

    ResponderExcluir
  13. Parabéns!!! A votação do mês de Fevereiro/2010 encerrou e seu blog ficou em 3º. Lugar com 3 votos (10%). Como prêmio a Gazeta dos Blogueiros tem a honra de lhe entregar o Troféu de The Best GB 2010 e de oferecer um mês de publicidade em nossa página principal.
    Gazeta dos Blogueiros (http://www.gazetadosblogueiros.com/)

    ResponderExcluir
  14. Obrigada a todos pelos comentários!

    ResponderExcluir
  15. Gostei do texto. Super verdadeiro. Meu blog é super trsnaparente...extreamamente pessoal! Acredito que não agrade a muita gente por isso. Mas não o fiz para agradar ngm mesmo, rs.

    ResponderExcluir
  16. *-* cada vez que volto aqui está diferente e isso é bom. cada vez você se supera =D
    amo muito isso aqui ^^
    beijos e brilho de menta ;*

    ResponderExcluir
  17. Achei lindo o texto *-*
    Meu blog é bem o lado mais puro de mim, o mais sincero, o mais livree
    \o amooooooo

    brigada pelo selo xD

    ResponderExcluir
  18. Obrigada Nathy!
    Larissa, tava sentindo tua falta aki em!
    Babih, vc merece todos os selinhos do mundo flor!
    bjinhos!

    ResponderExcluir

Meus devaneios, você já leu... agora é sua vez de devanear :)