21 de jan de 2011

Você disse que seria pra sempre,

e eu acreditei. Dá raiva de lembrar que no início eu não acreditava nesse sentimento, e mesmo assim resolvi insistir. Dá raiva de perceber que fui contra tudo que eu acreditava em vão. Desde criança, ao ver meus pais fazendo juras de amor em um dia e no outro prometendo morte um ao outro, decidi que não iria deixar aquilo acontecer comigo. Vi meu pai afogar as mágoas no álcool, vi minha mãe tentar tirar sua própria vida. E tudo isso havia começado com uma ingênua promessa de que se amariam eternamente. Eu era uma criança, mas já sentia algo se despedaçando dentro de mim.
____Então um dia você apareceu, e me deu o benefício da dúvida. Sim, eu duvidei se não estaria pré-julgando algo só por uma má experiência com meus pais. Fui me envolvendo e quando dei por mim já estava entregue. Abri mão de amigos, de experiências, passeios e propostas por você, e reconheço que foi recíproco. Você me mostrou coisas incríveis com os poucos momentos que estivemos juntos. Pude compreender porque algumas pessoas fazem loucuras e culpam o amor por isso.
____Por você mudei meu comportamento, troquei minhas companhias, escrevi poesias, cantarolei lindas canções, enfrentei desafios, sorri das suas chatices, aprendi a criticar, tomei iniciativas, esqueci sonhos bobos, aprendi a pensar grande, passei noites em claro, sonhei com nosso futuro, dei nomes aos nossos futuros filhos, esbocei nossa futura casa, imaginei nossas férias todo final de ano, vi nossa futura família vencendo dificuldades e sorrindo apesar dos problemas. Eu vivi uma vida inteira ao dormir, ao acordar, ao comer, ao tomar banho. Em todos os momentos a minha vida com você estava nos meus pensamentos. Acreditei que finalmente havia descobrido o tal de amor.
____Enquanto não realizava todos esses projetos, eu tinha meus problemas familiares. Mas quando você me abraçava, parecia que eu era levada a outra dimensão e tudo isso era esquecido. Não havia problemas quando você estava comigo. Éramos só nós dois. Você me aconselhava e ria das minhas atitudes bobas, dizia que eu sempre seria uma criançona e que gostava de mim assim. Exatamente assim.
____Foi então que aconteceu o que eu mais temia em toda minha vida. Vi um filme repetido acontecendo bem na minha frente, mas com personagens diferentes. Como era de se esperar, meu chão desapareceu. Era como se eu pudesse ver meu pai aos gritos e minha mãe chorando desesperadamente. A diferença é que agora não havia uma criança no canto assistindo tudo e com olhar assustado. Agora, havia dois jovens jogando planos de uma vida inteira no lixo da desconfiança e da indiferença.
____É com todos os meus órgãos dilacerados que reconheço o quanto você foi importante na minha vida. Acima de tudo e de todos, eu aprendi muito contigo. Infelizmente não sei se ainda terei a coragem de cometer o mesmo erro de novo. Eu conhecia meu coração e sabia que não deveria entregá-lo a ninguém. Mesmo assim, o entreguei. Você o alimentou, se divertiu e finalmente o quebrou. Não culpo ninguém por tudo que aconteceu. Você disse que seria pra sempre, e eu acreditei.


*Texto fictício

15 comentários:

  1. ola querida
    obrigada pela visitinha
    sabe estou vendo esse filme
    Por você mudei meu comportamento, troquei minhas companhias, enfrentei desafios, sorri das suas chatices, aprendi a criticar, tomei iniciativas, esqueci sonhos bobos, aprendi a pensar grande, passei noites em claro, sonhei com nosso futuro, dei nomes aos nossos futuros filhos, esbocei nossa futura casa, imaginei nossas férias todo final de ano, vi nossa futura família vencendo dificuldades e sorrindo apesar dos problemas. Eu vivi uma vida inteira ao dormir, ao acordar, ao comer, ao tomar banho. Em todos os momentos a minha vida com você estava nos meus pensamentos.
    sera que vai acordar e viver a vida ,sem se anular talvez por isso que nada e para sempre ,pois ainda podemos acordar e mudar a direçao
    bjim com muito carinho

    ResponderExcluir
  2. Quando nos entregamos as pessoas as vezes
    elas podem nos magoar. Sempre existirá
    essa possibilidade, mas, ainda sim, vale
    a pena.
    Beijo. ;*

    ResponderExcluir
  3. Trocar todas as suas verdades por incertezas e se deixar iludir por um futuro perfeito apenas para vê-lo jogado no lixo é terrível... Mas o que podemos fazer? Somos humanos, hm? Acho que está na nossa natureza tentar de novo e de novo encontrar o amor, mesmo correndo o risco de repetir as mesmas experiências ruins.

    Lindo texto (:

    ResponderExcluir
  4. Todo ser humano vai te machucar um dia... vc merecendo ou nao!
    O unico ser que nao te desapontará jamas é Deus, se vc se colocar no lugar que Ele deseja, pois Ele é perfeito...

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Rebeca, vim conhecer seu blog e me encantei...com tua escrita, com teus sentimentos transformados em palavras ou seria o contrário?rs...uma inspiração só! Parabens menina!

    ResponderExcluir
  6. Vim te avisar que estou procurando a fã nº 1 do país das maravilhas, será que você é? Para saber isso entre no link a seguir: http://opaisdasmaravilhas2.blogspot.com/2011/01/concurso-fa-n-1.html, e se escreva no concurso que está rolando lá.

    ResponderExcluir
  7. É o tipo de coisa que 99% das pessoas vivem ao longo da vida, parece tão necessário quanto água. Não tem como não acreditar ou permanecer com a dúvida em cima do muro, uma hora ou outra a gente se entrega de mão beijada. E quem cai do muro se machuca.

    Ótimo texto :) expressou muito bem como as pessoas se sentem nessa situação, eu mesma me encontrei em vários trechos.

    ResponderExcluir
  8. Tb já vi esse filme, mas um dia o final muda e tudo fica bem, vc acaba encontrando a pessoa certa no momento certo. E as disiluzões vão fazer parte do aprendizado da vida...

    ResponderExcluir
  9. Pra quem já viveu tudo isso, é um tanto quanto triste ler essas palavras e relembrar de tantas coisas ruins.
    Graças à Deus que, em alguns casos, tudo se resolve da melhor forma. Mesmo tendo se seprado, cada um segue o seu rumo. Mas quem sofre mesmo, em casos como esses, são os filhos, e isso eu posso dizer com toda a certeza do mundo. Rs'E eu rio sim, por saber que hoje tudo já se resolveu.

    Bela criação, Rebeca. Cheia de verdade e muito sentimento.

    Fique bem.

    ResponderExcluir
  10. Adorei aqui, rs.

    Textos muito bons mesmo, e agora eu vou procurar acompanhar seeeempre *o*

    Beijs ;*

    ResponderExcluir
  11. Nossa, até achei que era um desabafo seu.... fiquei assustada.... mas que bom que vi q era fictício... viu como ficou bom e realista? xD
    bjsss

    ResponderExcluir
  12. Passando aqui para avisar que está rolando um sorteio de livro no meu blog!
    O link é este: primeiro-livro.com
    Se quiser dar uma olhada... rs' ;D

    Beijo!:*

    ResponderExcluir
  13. Nossa, chorei muito lendo isso aqui! Mesmo sendo fictício eu me vejo em quase todas as partes, a única que fica de fora é a do pai afundando no alcool e a mãe tentando suicídio...
    Parabéns Rebeca, lindo texto e ótimas palavras!

    ResponderExcluir
  14. Lindo texto. Mas triste e deve ser muito difícil. No momento que estou não consigo nem pensar que algo parecido. A coisa mais legal que tem quando se está junto de alguém é fazer planos e pensar juntos. Enfim, ninguém deveria passar por isso.

    ResponderExcluir
  15. Oi moça.... tempo que não passo por aqui.

    Mudei o link para meu blog. Voltei ao original:

    http://meucadernorosa.blogspot.com/

    Vejo você lá. =)

    beijossss

    ResponderExcluir

Meus devaneios, você já leu... agora é sua vez de devanear :)