20 de abr de 2010

Amiga,

eu sei bem que fazia muito tempo que você não me visitava, mas a sua presença hoje me fez pensar em alguns acontecimentos recentes de minha vida. Você me disse que ao contrário de muitos, conseguia me entender. Que cada gesto e lágrima por mim derramada nunca tinham sido em vão, e que mesmo não estando sempre comigo, você sempre teve conhecimento de tudo. Mas você não estava comigo quando eu ouvi aquelas palavras. Palavras estas que me machucaram muito, e me fizeram chorar mais uma vez. Amiga, você sabe que eu nunca fui de desabafar assim com ninguém, e que até hoje tenho segredos jamais compartilhados, mas você me entende. Eu sei que sim, eu sinto que sim.
Depois que ouvi aquelas palavras, você veio me visitar. Ficou bastante tempo, e você pode ver o estado em que eu me encontrava. Você sabe  bem o quanto eu fico brava com pessoas que me fazem chorar. E você me viu chorar, viu como eu estava. E o que você fez diante disso? Você me consolou. Me fez ver que só em sua companhia e somente com seus conselhos eu posso ter forças de seguir adiante. Você sim merece minha confiança, minha amizade, meu amor. Você não me critica por minhas atitudes infantis, você não aponta o dedo no meu rosto dizendo que eu nunca vou ser alguém na vida. Pelo contrário, você sonha comigo. Você sabe os meus desejos mais profundos e os meus piores medos. Da mesma forma que você ouviu meus desabafos, você também ficou sabendo o que pretendo fazer daqui em diante. Não sei se perceberão minhas mudanças, mas você com certeza as perceberá. As vezes você fica bastante tempo sem me visitar, mas eu te entendo. Sei que gosta de exclusividade, e quase sempre tem alguém perto de mim, impedindo suas preciosas visitas. Ma te prometo que apartir de hoje terei mais tempo pra você, tempo pra nós duas. Conversaremos, brincaremos, seremos felizes. Não me importo que grande parte das pessoas reprovem nossa amizade. Se me sinto bem com você, é com você que vou ficar. Por fim, não demore muito pra me visitar novamente, e te prometo que assim que eu precisar, gritarei por ti, certa de que você não me deixará esperando.

Com muito carinho,
Para minha cordial amiga, Solidão.


Gente, essa semana tá sendo uma semana "daquelas". Desde quinta feira da semana passada não estou tendo aula, pois os professores resolveram entrar em greve. Sei que é um direito deles mas os maiores prejudicados somos nós alunos. Queria agradecer a Larissa por ter permitido que eu postasse o texto dela no post de ontem, obrigada menina! Você escreve divinamente bem :) Obrigada a todos pelos comentários, muito obrigada mesmo!

11 comentários:

  1. é melhor se ter uma inimiga do que essa amiga... infelizmente me sinto só ás vezes (ou na companhia dela, sei lá!) :/

    ResponderExcluir
  2. =/
    às vezes ela aparece aqui por casa :x
    beeijos :*

    ResponderExcluir
  3. que lindo *-* as vezes a solidão faz bem, faz refletir.
    e "Nós temos uma amiga em comum!"[2]

    ResponderExcluir
  4. belo texto!
    existem momento que ficar sozinha é a melhor solução! =]
    bjuss

    ResponderExcluir
  5. Apesar de ser situações ruins, elas nos servem para aprender e amadurecer.
    Gostei muito do seu blog, vou passar aqui mais vezes!

    ResponderExcluir
  6. Esse é uma amiga minha em alguns momentos também. =)

    ResponderExcluir
  7. Pois é, ela tem me visitado muito ultimamente.

    ResponderExcluir

Meus devaneios, você já leu... agora é sua vez de devanear :)