15 de mai de 2011

A fita métrica do amor

____Como se mede uma pessoa? Os tamanhos variam conforme o grau de envolvimento. Ela é enorme pra você quando fala do que leu e viveu, quando trata você com carinho e respeito, quando olha nos olhos e sorri destravado. É pequena pra você quando só pensa em si mesmo, quando se comporta de uma maneira pouco gentil, quando fracassa justamente no momento em que teria que demonstrar o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade.
____Uma pessoa é gigante pra você quando se interessa pela sua vida, quando busca alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto. É pequena quando desvia do assunto.Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma. Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamentos clichês.Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um relacionamento, pode crescer ou decrescer num espaço de poucas semanas: será ela que mudou ou será que o amor é traiçoeiro nas suas medições?
____Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande. Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo.É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de ações e reações, de expectativas e frustrações. Uma pessoa é única ao estender a mão, e ao recolhê-la inesperadamente, se torna mais uma. O egoísmo unifica os insignificantes.
____Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande. É a sua sensibilidade sem tamanho.

- Martha Medeiros

10 de mai de 2011

História

_____Todos nós temos uma história. Triste, feliz, atordoada ou calma. Todos temos algo para contar. Cada parte de nosso corpo nos lembra de algum acontecimento de nossas vidas, seja ele recente ou não. Cada mínimo detalhe revela a história de quem somos. Tantas histórias, tanto para contar. Não importa quanto tempo passou, experiência é mais valiosa que contagem de dias. 
_____Mas, se bem pensarmos, de nada adiantam todas essas histórias. Tornam-se insignificante se não houver alguém para compartilhá-las. Mas não qualquer alguém. Um amor. Aquele(a) que te faça sorrir em meio a tempestades. Que ouça todas as suas bobagens, da maior a menor. Alguém que não só mereça ouvir todas as suas histórias, mas que queira construir uma com você.
_____Alguém que seja capaz de escalar até o topo de montanhas por te amar. Que cruze o oceano em busca do teu bem estar. Que atravesse todas as linhas e quebre todas as regras por um sorriso sincero teu. Alguém que mesmo quando você estiver em pedaços, junte cada um deles e te deixe a salvo. Alguém que simplesmente esteja lá.

_____Alguém que conheça o que você está sentindo, que palavras está escondendo, apenas pelo seu sorriso. Alguém que saiba te ler nas entrelinhas. Mesmo quando sua cabeça estiver uma verdadeira bagunça, esse alguém saberá exatamente o que fazer, e segurará sua mão até tudo ser apaziguado.
_____E finalmente quando tiveres encontrado esse alguém, sentirás que toda a história passada antes do seu amor é apenas um capítulo. Um capítulo de uma longa história que apenas teve sua introdução. Todos nós temos uma história, mas sem o verdadeiro amor, essa história não passa de um mero punhado de acontecimentos que pode ser deixado para trás a qualquer momento do grande livro que é a vida.